Como Elaborar um Projeto Pedagógico [Pedagogia]

0
311

Em um projeto pedagógico, os próprios alunos começam a participar do processo de desenvolvimento, buscar respostas e buscar soluções. O passo mais importante nesse processo é levantar dúvidas e estabelecer metas de aprendizado. A organização do currículo do projeto de trabalho busca respostas adequadas e soluções corretas para facilitar a tomada de decisão que ocorre quando o processo é delineado. Devemos primeiro definir os problemas, depois selecionar as disciplinas mais apropriadas e encontrar soluções.

Ele funciona com conteúdo pré-definido. Há muitas maneiras de garantir o aprendizado e trabalhar com design é apenas uma das opções. É bom e é necessário que os alunos deem palestras, participem de seminários, trabalhem em grupo e aprendam individualmente, ou seja, em diferentes situações. Todo projeto precisa estar vinculado a metas e conteúdo para não perder a noção do que você deseja alcançar. É necessário estabelecer limites e metas para o pico do trabalho. Os projetos de trabalho são destinados à escola do aluno e estão intimamente relacionados com a exploração do interesse do aluno, curiosidade e investigação de fatos atuais. Os professores precisam discutir a proposta de trabalho, destacar suas dúvidas e elogiar suas ideias e sugestões para que todos estejam envolvidos no processo.

Quais são as Vantagens de um Projeto Pedagógico?

  • Segue o princípio de ação, que é voltado para um fim, em vez de impor lições aos alunos cujo propósito e utilidade eles não entendem;
  • Oferece conteúdo ao vivo, ao contrário de programas de livros;
  • Torna possível melhorar a compreensão dos alunos sobre as necessidades do contexto social; o valor do planejamento cooperativo; os processos de trabalho em grupo e a importância da participação de cada indivíduo na atividade coletiva; a relevância dos serviços para os outros e a solidariedade;
  • Incentiva o desenvolvimento de aprendizado significativo e interessante para o aluno;
  • Sempre dá um propósito às ações do estudante porque ele sabe para cada atividade o que ele faz e o que ele faz;
  • Sugere ou encaminha soluções para os problemas levantados pelos estudantes;
  • Facilita a integração de atividades e é um recurso fácil de usar.
  • Foca o aluno em seu trabalho e o ajuda a realizar suas tarefas objetivamente e com disciplina e esforço pessoal.

  • Possibilita um diálogo entre as ciências, que lhes confere unidade e interdisciplinaridade;
  • Desenvolve pensamento divergente e possibilita a descoberta de habilidades pessoais e inteligências dominantes;
  • Desperta o desejo de aprender, levando à iniciativa, inventividade, criação, responsabilidade e pesquisa;
  • Acostuma o aluno ao esforço, à persistência no tratamento e ao enfrentamento de problemas reais;
  • Ativa e socializa a lição e leva os alunos a se envolverem conscientemente na vida social e cultural de seu ambiente;
  • Assume-se que o aluno está diretamente envolvido em seu processo de aprendizagem para lhe dar escolhas, abertura para a tomada de decisões, compromisso com o planejamento de ações e conscientização de responsabilidade pela área de sua aprendizagem.

Passo a Passo Para Elaborar um Projeto Pedagógico

Um projeto deve transformar uma ideia em realidade. Desenvolver este projeto significa, portanto, definir uma proposta de trabalho e traçar algumas linhas de ação em relação ao que queremos alcançar.

O projeto pensado deve ser um projeto da escola, não um projeto do diretor ou apenas um professor. Para este propósito, todas as áreas escolares devem pensar, definir e trabalhar em conjunto. A participação dos alunos em todas as fases é essencial.

Passo 1 – Definição do Tema

O primeiro passo da equipe é definir um tema para o projeto da escola. Nunca perca de vista isso:

1. A participação dos estudantes é essencial. Eles sabem melhor do que ninguém que assuntos querem aprender.

2. Como o projeto deve ser interdisciplinar, é essencial que o tópico possa ser tratado sob a perspectiva de diferentes disciplinas.

3. O tópico não deve ser focado na educação em informática. O computador e a internet devem ser usados ​​na medida em que sejam úteis para o desenvolvimento do projeto.

Passo 2 – Definindo as Metas Gerais

Ao selecionar o tópico, você já deve tentar definir os objetivos gerais do projeto:

1. O que a escola deseja alcançar com o projeto?

2. O que deve ser alterado pelo projeto na escola em termos de métodos de trabalho, modalidades de aprendizagem e participação dos alunos?

3. Quais habilidades específicas são desenvolvidas pelos alunos que participam das diferentes fases do projeto?

4. Que impacto o projeto tem sobre o meio ambiente fora da escola?

Etapa 3 – Definindo Objetivos Específicos

Os objetivos específicos do projeto são objetivos mais precisos e detalhados, que são perseguidos em última instância através de atividades específicas, mantendo a coerência com os objetivos gerais.

Uma maneira útil de pensar sobre objetivos específicos é considerá-los como soluções que precisam ser pesquisadas para problemas bem definidos. Por exemplo, em um projeto cujo tema é o meio ambiente, um dos objetivos específicos poderia ser tornar o ambiente escolar mais agradável, mais limpo, mais saudável e mais bonito.

Passo 4 – O Projeto Pedagógico e a Proposta Educacional da Escola

O desenho do projeto deve levar em conta a relação com a proposta educacional da escola. Durante a fase de preparação e durante a fase de implementação e avaliação, o projeto teve como objetivo incentivar a escola a refletir sobre sua proposta pedagógica e buscar formas de aprimorá-la.

Passo 5 – Justificativa

Procure respostas claras para as seguintes perguntas:

1. Por que é importante realizar o projeto?

A equipe deve pensar por que vale a pena fazer esse projeto.

2. Quem se beneficia?

É importante que a equipe liste quem se beneficia direta e indiretamente do projeto, relacione os vários segmentos detalhadamente e concentre sua atenção nos alunos, o direito da escola de existir.

Etapa 6 – Metodologia

Particular atenção deve ser dada à metodologia utilizada na implementação do projeto. Em particular, deve ser:

1. Colaboração envolvendo equipes cujos membros buscam atingir um objetivo comum.

2. Inclusive, envolvendo professores, alunos e, se possível, funcionários e até mesmo membros da comunidade externa, tais como: Os pais dos alunos.

3. Multidisciplinaridade, envolvendo indivíduos cuja educação, atividade profissional e interesses abrangem as várias disciplinas nas quais a escola hoje é dividida.

4. Abrangente em termos de faixa etária dos participantes, envolvendo alunos de diferentes turmas da mesma equipe.

Também é importante que o projeto explique:

A. Como isso ajudará a mudar os hábitos de trabalho e as formas de aprender na escola para enfatizar o desenvolvimento de habilidades e habilidades.

B. Como mudar o tamanho do horário escolar e da sala de aula para que atividades que envolvam equipes multidisciplinares e alunos com múltiplas turmas possam ser plenamente desenvolvidas no ambiente escolar regular.

É importante ter em conta o currículo obrigatório e não ter salas especialmente equipadas para facilitar a cooperação em projetos que excedam o programa, as lições e os limites do ensino tradicional.

Etapa 7 – Atividades

Agora devemos tentar especificar as principais atividades que levarão ao alcance dos objetivos específicos do projeto. Para cada atividade, responda às seguintes perguntas:

O quê?

Digite a atividade a ser executada.

Com que fim?

Esclareça quais habilidades e competências são desenvolvidas por essa atividade.

Como?

Explique os métodos usados ​​para executar a atividade.

Quando?

Explique como a atividade será realizada dentro do ano letivo e do currículo.

Onde?

Descreva o local onde será realizado: salas de aula, laboratórios, biblioteca, quadra, fora da escola, etc.

Quem?

Descreva quem está envolvido na atividade. Não esqueça os alunos.

Com o que?

Fornecer os recursos materiais necessários para desenvolver essa atividade.

Etapa 8 – Monitoramento, Avaliação e Disseminação

Como o projeto é monitorado?

a- A equipe deve definir e correlacionar como os impactos do projeto são monitorados e registrados, tais como: Reuniões de acompanhamento, relatórios ou outros meios.

b- Como os impactos do projeto são medidos? A equipe deve relacionar os indicadores (evidências do que acontece) com o impacto do projeto nos alunos, professores, escola e comunidade durante suas atividades.

c- Como o que é aprendido é passado? A equipe também deve descrever os meios pelos quais ela dirá a outras escolas e a todos os alunos interessados ​​em ciência da computação o que foi alcançado (resultado) e como isso aconteceu (processo). É importante que algum dia alguém aprenda com essa experiência.

Etapa 9 – Título do Projeto  

Afinal, a equipe tem que escolher um nome “bem-sucedido” que possa despertar a curiosidade e o interesse das pessoas pelo projeto.

Etapa 10 –

Equipe responsável pelo design do projeto: Listar as pessoas envolvidas no projeto e seu papel na escola (diretor, coordenador, professor, aluno).

Etapa 11

Conclusão: Preste atenção na quantidade de informações, consistência e formatação.

Receba nossas atualizações grátis!

Comente