Principais Obras de Machado de Assis [Literatura]

0
313

Quem Foi Machado de Assis?

Machado de Assis (1839-1908) foi um escritor brasileiro. “Helena”, “Mão e Luva”, “Missy Garcia” e “Ressurreição” são romances escritos na fase do escritor romântico. Ele é um dos nomes mais importantes da nossa literatura. Machado de Assis foi o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras. Ele era um autor completo, escreveu romances, contos, poemas, peças de teatro, numerosos crítica, crônica e correspondência.

Machado de Assis nasceu em uma fazenda no Morro do Livramento, no Rio de Janeiro, em 21 de junho de 1839. Filho de José Francisco de Assis, mulato, pintor de casas e Maria Leopoldina Machado de Assis, lavadeira, de origem portuguesa da ilha do Assis. Açores. Quando criança, ele ficou órfão e seu pai se casou pela segunda vez. Para cobrir o custo da casa, ele vendia doces. Ele frequentou uma escola pública por um curto período de tempo.

Logo ele mostrou suas inclinações intelectuais, aprendeu francês com um amigo. Em 1851 seu pai morreu. Em 1855 ele levou para Franz da tipografia e livraria Paula Brito, onde publica a revista Marmota Fluminense, na qual o número sai em 21 de janeiro, seu poema “Ela”. Em 1856 entrou na Tipografia Nacional, como aprendiz de tipógrafo, onde conheceu o escritor Manuel Antonio de Almeida, que se tornou amigo. Permaneceu lá até 1858.

Machado de Assis retornou à livraria de Francisco de Paula Brito em 1858, onde se tornou revisor. Sem desistir de sua atividade literária, ele começou a estudar o mundo boêmio dos intelectuais do Rio de Janeiro. Em breve houve uma colaboração para vários jornais e revistas, incluindo a revista Ilustrada, a Gazeta de Notícias e o Jornal do Comércio. Em 1864 ele publicou seu primeiro livro de poesia “Crisálida”.

Em 1867 ele começou sua carreira como funcionário público. Na nomeação do jornalista e político Quintino Bocaiuva tornou-se editor do jornal oficial, onde logo foi promovido a vice-diretor. Em 1869 ele se casou com Carolina Augusta Xavier de Novais, que o inspirou em sua carreira literária. Em 1872 ele publicou seu primeiro romance “Ressurreição”.

Machado de Assis teve uma carreira meteórica como funcionário público. Em 1873 ele foi nomeado primeiro oficial do Ministério da Agricultura e assumiu três meses depois, o chefe de uma seção. Ele recebeu do imperador o posto de Cavaleiro da Ordem da Rosa por serviços às letras nacionais. Ele foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras em 1896. Ele foi reconhecido como presidente e por unanimidade, uma vez que a primeira reunião foi eleita. Ele assumiu a cadeira número 23. Em sua homenagem, a Academia é chamada de “Casa de Machado de Assis”.

Em outubro de 1904, sua esposa, que além de sua enfermeira era revisora de seu trabalho, morreu porque Machado de Assis abalou sua saúde com epilepsia. Após a morte da esposa, o escritor raramente saiu de casa. Em sua homenagem dedicou o poema “Carolina”.

Já velho e sofrendo de depressão, Machado de Assis veio a falecer no dia 29 de setembro de 1908 com a idade de 69 anos. Sua morte foi deplorada por vários artistas e intelectuais brasileiros, incluindo o advogado Rui Barbosa, que, como representante do autor, falou à Academia Brasileira de Letras. Ele foi enterrado no cemitério de São João Batista, enterrado na mesma cidade onde nasceu e viveu toda a sua vida. O advogado Rui Barbosa, representando a Academia Brasileira de Letras, fez um discurso em homenagem ao escritor.

Quais São as Obras de Machado de Assis?

Podemos dividir as obras de Machado de Assis em duas fases: a fase romântica (romance), em que os personagens de suas obras têm traços românticos, sendo as relações de amor e amor os principais temas de seus livros. A partir desta fase podemos destacar os seguintes trabalhos: Ressurreição (1872), seu primeiro livro, A Mão e a Luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878).

Na segunda fase (Realismo), Machado de Assis abre espaços para as questões psicológicas dos personagens. É a fase em que o autor reproduz com precisão as características do realismo literário. Machado de Assis analisa as pessoas profunda e realisticamente e esclarece seus desejos, necessidades, deficiências e características. Nesta fase, destacam-se os seguintes trabalhos: Memórias póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1892), Dom Casmurro (1900) e Memorial de Aires (1908).

Machado de Assis também escreveu contos como: A Feira do Galo, O Espelho e O Alien. Ele escreveu vários poemas, crônicas sobre a vida cotidiana, peças de teatro, críticas literárias e teatrais. As principais obras de Machado de Assis são:

Romances

– Ressurreição – 1872 

– A mão e a luva – 1874

– Helena – 1876 

– Iaiá Garcia – 1878 

– Memórias Póstumas de Brás Cubas – 1881 

– Quincas Borba – 1891 

– Dom Casmurro – 1899 

– Esaú e Jacó – 1904 

– Memorial de Aires – 1908 

Poesia 

– Crisálidas

– Falenas

– Americanas

– Ocidentais

– Poesias completas

Contos

– A Carteira 

– Miss Dollar 

– O Alienista 

– Noite de Almirante

– O Homem Célebre

– Conto da Escola 

– Uns Braços 

– A Cartomante 

– O Enfermeiro

– Trio em Lá Menor

– Missa do Galo 

Teatro

– Hoje avental, amanhã luva – 1860 

– Desencantos – 1861 

– O caminho da porta, 1863 

– Quase ministro – 1864

– Os deuses de casaca – 1866 

– Tu, só tu, puro amor – 1880 

– Lição de botânica – 1906 

Receba nossas atualizações grátis!

Comente